Idõ  6 óra 47 perc

Koordináták 1330

Uploaded 2020. október 24.

Recorded október 2020

-
-
2 437 m
1 754 m
0
2,6
5,2
10,38 km

Megtekintve 67 alkalommal, letöltve 0 alkalommal

közel Navacepeda de Tormes, Castilla y León (España)

FOTOS DESTA E DE OUTRAS TRILHAS EM ”CAMINHANTES"


ASCENSÃO AO CASQUERAZO PELA PORTILLA DE LOS MACHOS DESDE A PLATAFORMA DE GREDOS


Voltamos ao Parque Regional Sierra de Gredos com o objetivo de explorar o Circo de Gredos, um fantástico ambiente de alta montanha, onde sobressaem os lagos, arestas e cumes, principalmente o do Almanzor, ponto mais alto da Serra de Gredos.

O primeiro dia estava destinado à aproximação ao Circo de Gredos desde a Plataforma (Hoyos del Espino, Ávila) até à Laguna Grande, junto ao refugio Elola, onde íamos montar tendas para depois fazer a ascensão ao Peñón del Casquerazo (2436m).

Saímos do parque de estacionamento da Plataforma de Gredos por um caminho empedrado do PR-AV 17 Senda de la Laguna Grande, paralelo ao Rio Garganta de Prados, uns 800m à frente o PR segue pela direita passando pela Puente de Las Pozas. Agora, nos próximos dois quilómetros, o desnível intensifica-se, este é realmente o verdadeiro desnível do percurso até ao Refúgio Elola. Passamos pela Fuente de los Cavadores, aqui já tínhamos superado grande parte do desnível, aproveitamos para fazer uma breve pausa e beber água, levávamos as mochilas carregadas para fazer a atividade em autonomia. Continuamos subindo mais um pouco até aos Barrerones, quase a 2200m de altitude.



Vencido este desnível chegamos ao Mirador de Los Barrerones, as panorâmicas são impressionantes sobre o Circo de Gredos. Agora o percurso faz-se sempre a descer com as montanhas do Circo de Gredos à nossa frente, momento de contemplação deste magnífico “quadro natural” enriquecido pelos raios de sol do dia. As formações rochosas caraterísticas do Circo de Gredos, sem esquecer a Laguna Grande, farão com que viajemos ao tempo das glaciações durante as quais se formaram, sob a ação do gelo glaciar e dos materiais que estes transportavam. Um modelo de paisagem glaciar, completado com formas únicas, como lâminas e torres, causadas por frequentes e curtos períodos de gelo-degelo (periglacirismo), que nos ajudará a entender a vida nas altas montanhas. Exemplos de adaptações à alta montanha são: a forma de almofada de algumas plantas que mantém a humidade interior, as pequenas folhas de algumas plantas que reduzem a perda de água e os galhos e ramas flexíveis ou rastejantes para suportar o vento e o peso da neve.

Chegamos à Laguna Grande, contornamo-la pelo lado esquerdo, muito perto da água, por um caminho amplo e bem definido. Seguimos a direção do refugio, um pouco antes da ponte de madeira, deixamos o caminho à esquerda para encontrar o local para montar as tendas numa área de Vivac. Montamos as tendas, esvaziamos as mochilas, almoçamos e preparamos de novo as mochilas para fazer a ascensão do Peñón del Casquerazo pela Portilla de los Machos.

Entre montar tendas, em que esvaziamos as mochilas, e prepararmos tudo de novo para subir ao Casquerazo, demorou uma hora, saímos da Laguna Grande por volta das 15h, rumo à Portilla de Los Machos. Seguimos o caminho de pé posto sempre a subir em direção a Hoya Antón, sem a alcançar viramos à esquerda tendo como ponto de referência Los Hermanitos. Atravessamos a meia encosta até alcançar o Canal de los Machos que sobe à Portilla do mesmo nome. Los Hermanitos estão à nossa esquerda, e um pouco mais acima, El Perro que Fuma. Começa-se a subir o canal e a vencer um forte desnível, o caminho de pé posto leva-nos em diversos sentidos, é necessário optar pela esquerda ou direita… pelo lado esquerdo do canal pode-se subir diretamente ao Casquerazo sem passar pela Portilla de los Machos, optamos pela direita e continuamos a subir o forte canal por entre rochas até à Portilla de los Machos.



Desde a Portilla de los Machos seguimos pela aresta até ao Casquerazo. Trata-se de uma larga crista rochosa com algumas trepadas e destrepes até alcançar El Peñón del Casquerazo (2436m). Desde o seu cume, o Circo de Gredos é mostrado em todo o seu esplendor, abaixo do circo glaciar com a Laguna Grande e praticamente todos os picos que fecham o Circo de Gredos com destaque para o Almanzor, o pico mais alto de todo o sistema central e objetivo do próximo dia.

Depois de uma longa pausa no cume, onde contemplamos toda a magnitude da panorâmica envolvente, iniciamos a descida à Laguna Grande. Optamos por descer o Canal dos Machos pelo lado oposto à subida em direção à Charca Esmeralda e sem a alcançar rodamos à direita em direção à zona de Vivac da Laguna Grande, local de pernoita.





Se gosta das nossas trilhas adicione a sua avaliação no final da página.
Obrigado pelo seu comentário e avaliação.

Si te gusta nuestras rutas haz tu propia valoración al final de la página.
Gracias por tu comentario y valoración.

If you like our trails, leave your own review at the end of the page.
Thank you for your comment and review.

A equipa Caminhantes
Waypoint

PLATAFORMA DE GREDOS

Waypoint

PR-AV17 À DERECHA

Waypoint

PUENTE DE LAS POZAS

Waypoint

FUENTE CAVADORES

Waypoint

MIRADOR DOS BARRERONES

Waypoint

FUENTE BARRERONES

Waypoint

LAGUNA GRANDE

Waypoint

VIVAC (LAGUNA GRANDE)

Waypoint

REFUGIO ELOLA (LAGUNA GRANDE)

Waypoint

HOYA ANTÓN (IZQUIERDA)

Waypoint

CANAL DE LOS MACHOS

Waypoint

PORTILLA DE LOS MACHOS

Waypoint

PEÑÓN DEL CASQUERAZO (2436M)

Waypoint

CHARCA ESMERALDA

Hozzászólások

    You can or this trail