Idõ  3 óra 39 perc

Koordináták 909

Uploaded 2019. február 26.

Recorded február 2019

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
801 m
648 m
0
1,4
2,8
5,61 km

Megtekintve 5495 alkalommal, letöltve 215 alkalommal

közel Ponte Caída, Minas Gerais (Brazil)

ATENÇÃO, LEIA A DESCRIÇÃO.

O trajeto contempla visita ao poção e à última cachoeira acessível do Rio das Pedras.

COMO CHEGAR:

A trilha tem início na ponte sobre o Rio das Pedras, na divisa entre os municípios de Santana do Riacho e Santana do Pirapama. Tendo como referência Belo Horizonte, o melhor acesso é via Serra do Cipó, o ponto inicial está a cerca de 150km da capital.

Saia de Belo Horizonte sentido Serra do Cipó pela rodovia MG-010. Após cruzar a ponte estreita sobre o Rio Cipó, entre à esquerda na primeira rotatória, seguindo pela rodovia MG-816 até Santana do Riacho.

Em Santana do Riacho tome a saída para o povoado de Lapinha da Serra, seguindo à esquerda (reto) na primeira bifurcação, tomando a direção do Rio das Pedras. Siga as placas indicativas do Camping Rio das Pedras. Desde Santana são 24km de terra em condições medianas, mas acessíveis a qualquer tipo de veículo.

Para mais informações, utilize a ferramenta "Get driving directions to this location", disponível na coluna à direita, aqui no Wikiloc.

A TRILHA:

O veículo pode ser deixado antes da ponte sobre o Rio das Pedras, local onde há algumas construções na beira da estradinha. A caminhada segue em nível, passando por uma trilha discreta até interceptar um caminho consolidado, já paralelo ao Rio das Pedras. Mais a frente, nas mangueiras, há uma bifurcação em que se pode optar por seguir margeando o rio para chegar aos poços antes do cânion ou atravessá-lo para seguir para a Cachoeira do Rio das Pedras. Primeiro fomos ao poços após o cânion, seguindo mais 630 metros por uma trilha em nível. Há um primeiro poço numa área mais aberta e um segundo poço na saída do cânion.

Para quem vai à cachoeira do Rio das Pedras, existe a opção de subir direto pelo cânion. Todavia é um trecho bem técnico, que exige alguma habilidade de escalada para passar em dois pontos, além de muito cuidado, pois a correnteza é forte. Subindo pelo cânion é preciso atravessar dois poços nadando, o que dificulta o transporte de mochilas. Ao sair da parte mais estreita do cânion são mais 1km pelo leito do Rio das Pedras até a última cachoeira.

Para a última cachoeira o caminho mais simples é atravessando um morro. Para isso retornamos até a última bifiurcação e seguimos por uma trilha que acompanha uma mangueira. Logo chegamos ao Rio das Pedras e o cruzamos saltando pedras. Na outra margem é preciso subir algumas rochas, sempre seguindo as mangueiras. Depois do trecho de rochas aparece uma trilha suja em meio a mata, por onde seguimos. Existem dois pontos onde é possível pegar água neste trecho: uma grota e uma "caixa d'água".

Após subir pela trilha por 360 metros, deixamos o caminhos mais evidente das mangueiras para pegar uma trilha ainda mais discreta, que sobe à esquerda. O início desta trilha está um pouco sujo, em virtude de um trecho de capim com samambaias. A trilha sobe discreta entre a mata e é preciso se atentar aos diversos arbustos espinhosos no trecho. A subida é bem íngreme em alguns trechos e em alguns pontos a trilha é confusa, o que demanda uma boa experiência em navegação.

Após o ponto mais alto tem início uma forte descida em direção ao leito do Rio das Pedras. Já próximo ao rio a trilha se fecha um pouco entre os arbustos. Chegando ao leito do rio logo atravessamos para a esquerda e nos mantivemos nesta margem até chegar próximo a um poção, local em que atravessamos para a direta e subimos por algumas rochas para não passar dentro da água.

Adiante descruzamos o rio para passar por mais um poço. Já perto da queda atravessamos mais uma vez para acessar ao poço da última cachoeira pela direita. Boa parte do trecho pelo Rio das Pedras e pulando pedras, mas a parte final é mais técnica, exigindo até uma escalaminhada em certos pontos, com alguma exposição à altura.

Por fim chegada ao poço da cachoeira, que é bem grande, assim como a queda, que deve se aproximar dos 70 metros de altura. Local excelente para banho, porém as águas são turbulentas devido à força da queda e é preciso atenção e habilidade para nadar no poço.

OBSERVAÇÕES:

- Trilha com dificuldade entre moderada e alta, podendo até ser muito difícil para pessoas inexperientes. Entre os obstáculos estão trechos de subida e descida bem íngremes, pula-pedra, trepa-pedra, exposição à altura e dificuldade de navegação em alguns trechos.

- NÃO FAÇA FOGUEIRAS E NÃO DEIXE LIXO NO LOCAL.

- Altamente recomendado fazer essa trilha com tempo firme na região. O Rio das Pedras é um curso que enche rapidamente quando chove. Embora não exista trecho crítico, que apresente risco de vida em caso de enchente, é preciso atravessar o rio uma vez durante a trilha e esta travessia pode ser comprometida com a cheia.
ATENÇÃO: não entre no cânion acima do segundo poço com tempo instável. Uma enchente neste ponto pode ser fatal ou deixar a pessoa ilhada em um local de dificílimo acesso.

- Sinal de telefone (VIVO) no ponto mais alto da rota.

- Boa disponibilidade de água no caminho, já que o Rio das Pedras também é uma boa fonte.

- Não há nenhuma infraestrutura ao longo da trilha, portanto leve água e lanche para passar o dia.

- Trilha com alguns trechos expostos ao tempo, use chapéu e protetor solar.
Intersection

Esquerda - trilha discreta

Híd

Ponte Rio das Pedras

Intersection

Direita

Waypoint

1º poço

Folyó

2º poço - acesso cânion

Folyó

Cruzar rio - Seguir mangueira

Kút

Água

Csúcs

Ponto alto - descida íngreme

Folyó

Leito Rio das Pedras

Folyó

3º poço - passagem pela direita

Vízesés

Cachoeira do Rio das Pedras

Intersection

Acesso rio - seguir mangueira

Waypoint

Cerca

Waypoint

Esquerda - trilha discreta na mata

Waypoint

Trilha consolidada

WAYPOINT 17
Waypoint

Subir rochas - seguir canos

14 hozzászólás

  • Fénykép Fernando Maciel Souto Maior

    Fernando Maciel Souto Maior 2019.08.19.

    I have followed this trail  ellenőrzött  View more

    A trilha é realmente difícil de seguir (tem buracos de GPS no local, em que o GPS simplesmente fica errático), e também é difícil no nível de esforço. Tecnicamente, é fácil, não precisa de nenhum equipamento especial. Mas não é algo simplesmente pra você ir e pronto. Prepare-se para caminho de cabrito subindo e descendo bastante. A recompensa vale tudo.

  • Fénykép Hélio Jr

    Hélio Jr 2019.08.23.

    Obrigado pelo feedback, Fernando. Bons ventos!

  • Fénykép Rafael Winning

    Rafael Winning 2020.04.15.

    I have followed this trail  View more

    Excelente! Muito obrigado foi sensacional!

  • Fénykép lucas fukuda

    lucas fukuda 2020.05.01.

    É possível chegar na parte de cima? Seria quase no poço do soberbo

  • Fénykép Fernando Maciel Souto Maior

    Fernando Maciel Souto Maior 2020.05.04.

    Possível é. Parece que estavam fazendo uma série de seis vias de escalada para isso. Não sei como ficou a situação, não acompanhei mais. Ouvi falar de uma trilha, mas ela vai para o Poço do Soberbo. Acho que a cachoeira intermediária não tem uma trilha.

  • Fénykép Hélio Jr

    Hélio Jr 2020.05.05.

    A respeito dessa trilha, acredito que ela não comece próximo a cachoeira, e sim em um local a cerca de 6km do início do tracklog. A cachoeira de cima acredito que só mediante escalada ou rapel (neste caso vindo do soberbo).

  • Fénykép lucas fukuda

    lucas fukuda 2020.05.05.

    Obrigado!

  • Fénykép Diogo_Augusto

    Diogo_Augusto 2020.09.01.

    Boa tarde Helio.. você sabe me dizer se existe algum local que dê para acampar próximo a cachoeira?

  • Fénykép lucas fukuda

    lucas fukuda 2020.09.01.

    Parece que tem um camping Rio de Pedras, pelo maps da pra ver. Não sei se tem estrutura

  • Fénykép Fernando Maciel Souto Maior

    Fernando Maciel Souto Maior 2020.09.02.

    A estrutura do Camping Rio de Pedras é excelente. Dois banheiros com água quente (fem masc), uma cozinha com fogão, geladeira e pia grande. Vasto espaço, dá pra muitas barracas. A dona (Lucy) é uma pessoa fantástica.

  • Fénykép Ju Coelho

    Ju Coelho 2020.10.19.

    Acho importante ressaltar que não é simplesmente ter discrição e rapidez ao passar pelo trecho. A porteira em questão da foto (onde se inicia a trilha) pertence à nossa propriedade, portanto ao nos depararmos com uma placa de proibida a entrada é preciso atenção. Passar pelo portão de entrada onde existe uma placa escrito PROIBIDA A ENTRADA é invadir propriedade particular. Afinal, já fomos surpreendidos várias vezes com pessoas (desconhecidas) dentro de nosso terreno, sejam nas trilhas ou perto da casa, sem ao menos nos dirigir um "boa tarde". Além de presarmos por nossa privacidade não conhecemos a procedência das pessoas que ali visitam. Segundo ponto, não houve autorização nenhuma para colocar foto de nossa porteira na descrição da trilha de vocês. Agradeceria se retirassem!

  • Fénykép Hélio Jr

    Hélio Jr 2020.10.19.

    Ju Coelho, você quer que retiremos a foto ou o arquivo?

  • Fénykép Ju Coelho

    Ju Coelho 2020.10.19.

    Gostaria que retirasse a foto e mais a instrução de que a trilha se inicia por lá... pois a trilha para a cachoeira não se inicia no nosso portão. Obrigada!

  • Fénykép Hélio Jr

    Hélio Jr 2020.10.19.

    Ju Coelho, veja se está de acordo. Caso opte pela retirada, esta página será removida. Infelizmente há uma mercantilização dos acessos aos atrativos naturais da região, quando não proibição de acesso, por mais que as águas pertençam ao Estado de Minas Gerais. A ideia ao publicar o caminho é dar uma alternativa de acesso, não perturbar a privacidade ou sossego de outrem, o que é lamentável. Por vezes, quando em caminhadas de montanha, passamos por propriedades particulares, mas sempre sendo discretos e corteses com os moradores, sem deixar lixo ou incomodar de qualquer forma. O que não é nada mais que a obrigação. Enfim, caso opte pela retirada, estou à disposição. No entanto, ressalto que o próprio Google Maps indica este caminho como um acesso à cachoeira, contribuindo que mais pessoas passem no local.

You can or this trail