Letöltés

Szintemelkedés

1 607 m

Nehézségi szint

Mérsékelt

lefelé

467 m

Max elevation

2 166 m

Trailrank

61 5

Min elevation

813 m

Trail type

One Way

Idõ

8 óra 57 perc

Koordináták

1489

Uploaded

2020. július 7.

Recorded

július 2020
  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
Be the first to clap
1 comment
 
Share
-
-
2 166 m
813 m
10,65 km

Megtekintve 346 alkalommal, letöltve 15 alkalommal

közel Posada de Valdeón, Castilla y León (España)

FOTOS DESTA E DE OUTRAS TRILHAS EM ”CAMINHANTES"


TORRE DEL LLAZ E TORRE JERMOSO

Iniciamos o trilho em Posada de Valdeón, na Plaza Constitución, seguimos pela Calle del Salvador em direção ao Rio Cares que atravessamos pela “puente de hormigón”. Aqui o caminho bifurca-se, à esquerda conduz até ao Monte Piergua e à direita conduz a Cordiñanes e Cain (Ruta del Cares). Seguimos por esta última, pelo Camiño Bustio até à interseção com a estrada de Cordiñanes, que seguimos até ao Mirador del Tombo. No local há uma cruz de ferro e uma coluna de pedra sobre a qual está localizada a escultura de um rebeco, obra de José Luis Coomonte. Possui uma gravura que enumera todos os picos que podem ser identificados do local, com seu perfil, para facilitar a identificação. Permite desfrutar de uma vista excecional do Vale de Valdeón, do Maciço Central dos Picos da Europa, da área de Pambuches no Maciço Ocidental e do Pueblo de Cordiñanes.


Vista do Mirador del Tombo

Depois de desfrutar das magnificas panorâmicas seguimos caminho até Cordiñanes, onde intersetamos o PR-PNPE 16. O percurso PR-PNPE 16 Collado Jermoso, a partir de Cordiñanes, é um dos trilhos mais difíceis e duros do Parque Nacional dos Picos da Europa, sobretudo devido ao enorme desnível que se tem de vencer. A rota que começa na povoação de Cordiñanes, no vale de Valdeón, a uma altitude de 850m, e sobe para 2064m, no Collado Jermoso, em pouco mais de quatro quilômetros, obrigando a um enorme esforço físico, que pode ser ainda mais severo dependendo das condições meteorológicas e da época do ano. A recompensa é visitar um dos lugares mais impressionantes das montanhas dos Picos da Europa, uma varanda natural sobre os abismos de calcário localizados na encosta ocidental do maciço central, de onde se pode, sem dúvida, desfrutar de uma das melhores vistas do Vale de Valdeón e dos picos do Macizo del Cornión. O habitual é fazer essa rota e passar a noite no refúgio para descer no dia seguinte ou, a partir daí, planear outras vias de acesso ao interior do Maciço Central. O céu noturno e o pôr do sol são outros incentivos para desfrutar no Collado Jermoso.

O caminho de Cordiñanes para Collado Jermoso está bem sinalizado com pontos de referência e marcas de tinta. Mesmo assim, se houver nevoeiro, é necessário tomar precauções para evitar possíveis erros. Daqui, seguimos por um amplo caminho de terra por alguns metros, depois tomamos um trilho à direita que entra numa área de grandes rochas de calcário, sempre a subir em direção à La Rienda de Asotin. Parece impossível superar as falésias verticais de calcário que dão lugar ao canal de Asotin. Mas, como tantas vezes acontece, uma coisa é a aparência e outra é a realidade. O caminho segue, para passar sem problemas à vertente de Asotín, às vezes talhado na rocha, até chegar ao Hayedo de Asotín. Ao sair do bosque pode-se ver à direita a Torre Cantodota e à frente, os picos do Llambrión e do Friero. Continuando o caminho de pé posto alcançamos a Vega de Asotín aos 1380 metros.

Na Vega de Asotin o caminho bifurca-se, à esquerda o caminho segue em direção ao Collado Solano, em frente, outro caminho continua ao longo do Canal de Asotín, em direção a Vega de Liordes. Depois de uma breve pausa para o reforço, seguimos pela esquerda, uma ingreme subida leva-nos ao Collado Solano, onde contemplamos as magnificas panorâmicas. Continuamos ganhando altura pouco a pouco pela Traviesa de Congosto, na base das encostas da Torre de Llaz e da Torre Jermosa, nosso objetivo da jornada. No final da travessia, alcançamos o Argayo Congosto, agora o caminho vira à esquerda e acompanha o seu curso, quase sempre à direita. Troço íngreme onde por vezes é necessário usar as mãos para trepar algumas rochas. Já na parte final atravessa-se o Argayo Congosto para a esquerda e segue-se em ziguezague até ao Refugio do Collado Jermoso, localizado a 2064 metros, no sopé do Collado Jermoso, de onde é tirada a sua designação mais conhecida e familiar, sendo o seu nome oficial "Refugio Diego Mella".


Refugio Collado Jermoso (Diego Mella)

Fomos ao refugio deixar algumas coisas e almoçar enquanto contemplávamos as magnificas panorâmicas envolventes e desfrutávamos de uma caneca de cerveja fresquinha. Depois de uma longa e merecida pausa seguimos para os objetivos da jornada, as duas montanhas que dão nome ao local, a Torre del Llaz (2143m) e a Torre Jermoso (2113m).

Saímos do Refúgio, em direção ao Collado Jermoso, alguns metros de ligeira subida. Existem vários caminhos para chegar até aqui, pois é muito próximo e o grande número de visitantes faz desta área um lugar muito movimentado. Pouco depois estávamos no Collado Jermoso, onde as vistas para o Maciço del Cornión são excecionais. Do collado, se olharmos para o Vale de Valdeón e para o Maciço Ocidental dos Picos da Europa, à direita teremos a Torre del Llaz e à esquerda a Torre Jermoso.

Primeiro vamos à Torre del Llaz e, finalmente, a Torre Jermoso. O acesso à Torre de Llaz é muito evidente e não tem forma de se perder, seguimos o caminho bem definido até chegar à base da Torre del Llaz. Aqui, recomenda-se algum cuidado, porque há alguns passos em caminho estreito que qualquer queda pode ser fatal. Superados os dois passos, sem complicações, mas com cuidado, chegamos aos primeiros metros rochosos. A subida é muito evidente e só temos que continuar pelas rochas, procurando o melhor caminho. Na primeira parte da subida, superamos uma pequena trepada, sem complicações, com boa rocha e boa aderência. Depois de alguns minutos, chegamos à Torre del Llaz (2143m), uma varanda perfeita com vistas semelhantes às do Collado Jermoso, pois estão a uma curta distância. Uma referência especial à caixa de correio que marca o cume!


Torre del Llaz (2143m)

Após várias fotos do cume e das panorâmicas envolventes, retomamos o trilho pelo mesmo itinerário da subida até ao Collado Jermoso para visitar o segundo cume, a Torre Jermoso. Depois de superar a colina, iniciamos a breve subida, que não tem complicações e é mais do que evidente. Em poucos minutos, através de uma área bem pisada, chegamos à Torre Jermoso (2113m). Outra varanda perfeita para testemunhar um lugar mágico! As vistas da Torre de Llaz são acompanhadas por uma excecional vista panorâmica da Torre del Friero. Referência especial ao famoso pôr do sol, uma das atrações do local. É espetacular ver como o sol se esconde atrás da Peña Santa. Tanto no Collado Jermoso quanto nos cumes mencionados (Torre del Llaz e Torre Jermoso), as vistas são espetaculares e o pôr do sol é mágico. Vale a pena! Contemplamos todo este esplendor de montanhas, ainda construímos uma bela mariola, e após algumas fotos da praxe, descemos para o Refúgio de Collado Jermoso, onde concluímos esta jornada.


Pôr do Sol desde Torre Jermoso (2113m)


FICHA TÉCNICA
Realização: julho 2020
Percurso: Posada de Valdeón - Cordiñanes - Vega de Asotin - Collado Solano - Argayo Congosto - Collado Jermoso - Torre del Llaz - Torre Jermoso - Refúgio Collado Jermoso
Distancia: 10,7 km
Duração: 8h57min
Tempo em movimento: 3h42min
Tempo parado: 5h15min
Movimento médio: 2,88kms/h
Acumulado positivo: 1703m
Acumulado negativo: 567m





Se gosta das nossas trilhas adicione a sua avaliação no final da página.
Obrigado pelo seu comentário e avaliação.

Si te gusta nuestras rutas haz tu propia valoración al final de la página.
Gracias por tu comentario y valoración.

If you like our trails, leave your own review at the end of the page.
Thank you for your comment and review.

A equipa Caminhantes
Waypoint

POSADA DE VALDEÓN

Waypoint

PUENTE DE HORMIGÓN (RÍO CARES)

Waypoint

FUENTE EMBALSE DE CORDIÑANES

Waypoint

FUENTE CAMIÑO DEL BUSTIO

Waypoint

MIRADOR DEL TOMBO

Waypoint

PUENTE RÍO CARES

Waypoint

CORDIÑANES (APARCAMIENTO)

Waypoint

DESVÍO COLLADO JERMOSO (PR-PNPE 16)

Waypoint

LA RIENDA DE ASOTIN

Waypoint

PANORAMA AGUJA DE LA PICA DEL CASTRO

Waypoint

PASO DE ALFREDO

Waypoint

HAYEDO DE ASOTIN

Waypoint

VEGA DE ASOTIN

Waypoint

COLLADO SOLANO

Waypoint

TRAVIESA DE CONGOSTO

Waypoint

ARGAYO CONGOSTO

Waypoint

REFUGIO COLLADO JERMOSO

Waypoint

TREPADA FACIL

Waypoint

TORRE DEL LLAZ (2143m)

Waypoint

TORRE JERMOSO

Waypoint

REFUGIO COLLADO JERMOSO

1 comment

  • Fénykép rgclimbing

    rgclimbing 2020. júl. 10.

    Percurso muito interessante e bonito.

You can or this trail